Hospedagem

Vale a pena ficar em HOSTEL?

Muita gente ainda tem um certo receio em relação a hostels, apesar deste tipo de acomodação vir se difundindo cada vez mais em nosso país. Mas afinal de contas, ficar em hostel vale a pena?

Optar por hospedar-se em um hostel pode ser interessante por vários aspectos. O primeiro deles, é claro, diz respeito ao preço: normalmente ficar em hostel é bem mais barato do que ficar em hotel. Essa, contudo, não é a única vantagem.

Porque hospedar-se em um hostel na sua próxima viagem

Ficar em um hostel é ainda uma ótima maneira de conhecer pessoas, fazer novos amigos e ter contato com diferentes culturas, o que é uma experiência extremamente enriquecedora. Essa interação acontece nos quartos compartilhados e também nas áreas comuns do Hostel, como cozinha, bar, sala de estar. Você com certeza vai encontrar muita gente disposta a socializar. Isso é ótimo para quem viaja sozinho mas não quer se sentir solitário 100% do tempo.

Área de lazer do hostel Soul Kitchen, em São Petesburgo. Sala ampla com sofá confortável, lareira e decoração aconchegante.
Área de lazer do Soul Kitchen, em São Petesburgo, considerado o melhor hostel da europa em 2018 pelo Hostelworld

Além disso, é muito comum que os hostels ofereçam uma programação especial aos seus hóspedes, que pode incluir diversos tipos de tours/passeios pela cidade e região, pub crawl’s, jantares, idas a casas noturnas, e até mesmo rodadas de drinks no próprio hostel.

Outra vantagem da hospedagem em hostels é que eles normalmente possuem cozinha para uso dos hóspedes. Isso permite que você prepare sua própria refeição, o que é interessante para quem quer manter a dieta na viagem (é possível), para quem tem alguma restrição alimentar ou até mesmo para quem deseja economizar.

Quartos compartilhados são seguros?

É normal, contudo, que surja uma preocupação em relação à segurança. Na hora de escolher um hostel, eu sempre busco locais que ofereçam armários aos hóspedes, os famosos lockers, e tento ver nas fotos o tamanho do locker. Normalmente, malinhas de mão, tipo padrão das companhias aéreas, cabem tranquilamente no armário. Malas maiores nem sempre cabem, mas acredito que basta guardar os itens de valor no locker, deixando apenas roupas e calçados na mala maior. Tomando esses cuidados, eu nunca tive qualquer problema.

Lockers típicos de hostel.
Os lockers costumam ter mais ou menos esse tamanho

Outra dica legal para os mais desconfiados (grupo no qual eu me incluo) é usar sempre uma doleira (até mesmo para dormir). Nela você pode guardar as chaves dos seus cadeados e também a chave do quarto do hostel. Caso o locker do hostel não pareça muito seguro, guarde seus documentos, seus cartões e seu dinheiro na doleira também.

Meninas viajando sozinhas podem ter um pouco de receio de dormir em um quarto compartilhado com homens. Para resolver isso, basta optar, no momento da reserva, por um quarto apenas para mulheres.

Como encontrar o hostel ideal

Para escolher o seu hostel, eu recomendo os sites Hostelword e Booking, que trazem boas opções em praticamente todo o mundo. Vale a pena procurar os estabelecimentos com notas mais altas e conferir sempre as avaliações dos outros usuários. Outra boa ideia é conferir os melhores hostels de 2018, segundo a revista Forbes, nesse link.

Pelas razões expostas acima, eu acho que vale a pena ficar em hostel sim, pois é uma experiência única. Espero que as dicas sejam úteis! Agora quero saber, como foi a sua experiência de hospedagem em hostel? Gostou? Recomenda?

Advogada gaúcha apaixonada por viajar e conhecer novas culturas. Criei o blog para compartilhar dicas e experiências, de modo a inspirar novas viagens!

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *